segunda-feira, 24 de setembro de 2012

AQUI NESSE BLOG O TORCEDOR TEM VEZ!

       Aqui nesse blog, o torcedor colorado tem vez. O leitor Antônio Lima elaborou algumas propostas interessantes para a melhoria do Futebol Sergipano. Confira e emita a sua opinião: 

PLANO DE REESTRUTURAÇÃO DO FUTEBOL SERGIPANO

Propostas de ações para melhorar o Futebol Sergipano.

           Como sabemos, nosso futebol passa por uma crise profunda, tanto técnica, quanto financeira. Nossos clubes sobrevivem de patrocínios pífios e insuficientes e, principalmente da ajuda financeira do Estado e de algumas prefeituras. Dessa maneira não reúnem condições de galgar posições de destaque no cenário nacional, tendo que amargar a última divisão do futebol do nosso país. E hoje nem isso. O que fazer para sair dessa situação?
 
            Buscando colaborar na construção de uma nova realidade para nosso futebol, apresento a seguir algumas sugestões de ações que se colocadas em prática, certamente contribuirão para o ressurgimento de um futebol sergipano mais forte e estruturado técnica e economicamente.
 
Sugestão 1 (Federação)
 
  • Criar um Fundo de Premiação do Campeonato
    • Seria destinado 10% da renda de cada jogo, para um fundo que seria utilizado para premiar as melhores equipes do campeonato (do 1º ao 4°).
    • Isso estimularia os clubes a qualificar seus plantéis, o que melhoraria o nível técnico dos jogos e atrairia a torcida e por sua vez daria melhores rendas, o que se refletiria num fundo ainda maior.
    • E assim o futebol seria sua própria mola propulsora.


Sugestão 2 (Estado)

Criar Lei de Incentivo ao Esporte

    • Para incentivar o esporte (seu real papel), o governo daria isenção de ICMS às empresas que investissem no esporte.
    • Para cada quantia do faturamento mensal das empresas (observado um limite percentual, digamos 20%), destinada a patrocinar os clubes, o dobro (40% ) seria isento de tributação.

           Isso atrairia patrocinadores mais qualificados para os clubes e daria aos dirigentes uma ferramenta importante para negociar futuros contratos de patrocínios, mais vantajosos para os clubes.
 
           Para entendermos esse mecanismo, tomemos como exemplo o programa de troca de ingresso por cupons, da Sefaz .  Há época o governo subsidiava 80% do ingresso que custava R$ 5,00, ou seja, para cada 1000 cupons, o Estado desembolsava R$ 4.000.00. Para arrecadar R$ 4.000,00 de ICMS, o Estado tem que tributar um montante de R$ 23.530,00 de mercadorias ou serviços. Usando o mecanismo aqui proposto, o mesmo valor poderia chegar aos clubes, com o Estado isentando de tributação só R$ 8.000,00, preservando a arrecadação de ICMS sobre R$ 15.530,00.
 
Sugestão 3 (Clube e Banesecard)

Criar Cartão de Crédito de Relacionamento
 
 - Seria criado pelo Banesecard o cartão de crédito com a bandeira do clube, e de cada fatura desses cartões seria destinado ao clube, por exemplo, 2%.

- Seria feita uma campanha junto à torcida para aderir ao cartão fidelizado e assim contribuir com o clube do coração.

            O objetivo desse trabalho é tão somente contribuir, de alguma maneira, na discussão de propostas que ajudem a reestruturar e fortalecer o nosso futebol.

                                                      José Antonio de Lima
Torcedor do Sergipe e do Futebol Sergipano

5 comentários:

  1. Para que isso aconteça, nossos dirigentes tanto dos clubes quanto da federação saiam da zona de conforto e trabalhem, coisa que ta difícil acontecer!

    ResponderExcluir
  2. Aoaixinado colorado24 de setembro de 2012 19:37

    É de pessoas assim que presisamos para o nosso futebol que venham para somar. Uma boa ideia para ser implantada no nosso futebol e ve se assim passomas alças vooos mais altos.
    Parabesn José Antonio bela visão

    ResponderExcluir
  3. Legal a iniciativa do torcedor de dar sugestões (gostei bastante da segunda), mas com os atuais governantes é difícil colocar em prática. É mais fácil os políticos locais criarem uma lei para beneficiar clubes de outros estados (Flamengo, Vasco, etc) do que querer ajudar aos clubes locais. E a Federação: para esta quanto pior melhor.
    E o nosso futebol que era um dos bons do Nordeste, hoje é simplesmente o PIOR.
    ADEMAR

    ResponderExcluir
  4. As idéias são ótimas,mas esbarram no comodismo dos dirigentes que querem que o governo banque os clubes de tudo e não querem correr atrás de nada.

    Mateus Almeida.

    ResponderExcluir
  5. Parabens sr. Antonio de Lima,eh gratificante quando percebemos que as pessoas que mais estao preocupadas com o engrandecimento do futebol estar sentados nas arquibancadas, porque nos torcedores nao temos nenhun projeto politico,nos queremos apenas nos divertir com o nosso time do coracao, achei muito interessante as ideias apresentadas pelo amigo,embora tenha algumas ressalvas. Acho que a melhor forma de contribuicao do governo ainda eh subsidiando parte do valor do ingresso e premiando as pessoas que realmente estejam presente na partida, eh logico que algumas providencias tenham que serem adotadas para afastar as falcatruas dos dirigentes que fazem mal ao futebol. Nao acredito no patrocinio subsidiado, passa a ser uma renda fixa para o clube e isto pode acomodar deteminados dirigentes e eles nao investirem em um plantel de qualidade e alegarem que a prioridade eh pagar dividas, apartir do momento que os ingressos sejam subsidiado todos tomarao a iniciativa de montarem times que possam atrair a torcida aos estadios, com os estadios cheios e um bom trabalho de MKT com certeza aparecerao os patrocinadores da iniciativa privada. Amigos colorados esta eh a minha opiniao.

    ResponderExcluir

Deixe abaixo o seu comentário, ele estará visível depois de APROVADO pelo administrador do blog: